Mês: março 2018

#48 Mais interessante que um celular com internet

belmont_33x33

Não é fácil conseguir ser alguém interessante, mais complicado ainda é conseguir ser mais interessante do que um celular, ser mais interessante do que um celular com internet então.

O Magno sabia disso, por isso fez de tudo para ganhar a batalha por atenção com o celular da Marina, mesmo os dois estando dividindo a mesa no bar o smartfone estava levando a melhor. Ele já tinha tentado várias vezes e continuava tentando, pois seguia o lema que diz que a esperança é a última que morre e além disso ainda acredita em vida após a morte.

Resolveu usar as informações que ela compartilha através do telefone moveu ao seu favor, puxou assunto sobre a palestra de um professor que a sua companheira de mesa curte muito nas redes sociais:

 — Tem algumas coisas que uma pessoa proativa não consegue entender, mas que para um preguiçoso é fácil a compreensão. Por exemplo, o palestrante, entre várias outras coisas, Cortella.
— O Cortella? Mário Sergio Cortella?
— Esse mesmo.
— Às vezes eu assisto no YouTube e no Facebook algumas das palestras dele, são bem interessantes.
— Eu também, e em uma delas ele diz que não entende pessoas que saem de suas casas para ir em restaurantes comer comida caseira, pois se eles querem comer comida caseira é só ficar em casa e preparar a própria comida.
— É, isso faz sentido.
— Sim, faz sentido, mas o que ele não se deu conta, por ser uma pessoa proativa e não preguiçosa, é que algumas pessoas não vão em um restaurante caseiro porque querem comer uma comida diferente das que come todo dia e sim porque tão com preguiça de cozinhar.
— Então se ele não percebeu isso porque é proativa, você percebeu porque é preguiçoso? É isso? Hahaha
— isso mesmo.
— Bem observador você, pode até dar palestras. Hahah
— Se o público tiver uma beleza inspiradora igual a sua, quem sabe?
— Nossa! Fiquei sem graça agora. Mas obrigada.

Ela passou o tempo todo sem mexer no celular, dando total atenção pra ele, já é a quarta vez que eles vem juntos ao bar e a primeira vez que isso acontece, o Magno estava começando a achar que o que sente pela Marina estava começando a ficar recíproco.

No celular a pessoa tem como navegar na internet que é cheia de informações e coisas interessantes, com ou sem a internet, pode assistir series baixadas na Netflix, palestras de várias pessoas interessantes do mundo pelo TED TALKS,baixar pra ler vários livros clássicos da literatura mundial gratuitamente e o mais importantes, uma variedade infinita de memes, e se tendo isso tudo a pessoa deixa o celular de lado não é porque você é mais interessante que o aparelho, porque é impossível, e sim porque a pessoa tá muito a fim de você — Após esse devaneio ele criou coragem pra dizer o real motivo dos convites pra tomar uma. Até que chegou um senhor no bar e perguntou a hora pra Marina e ela perguntou pro magno, pois o celular dela estava descarregado.

 

Anúncios