Mês: abril 2017

#41 No viva voz para todos ouvirem que perdeu a mulher que ama (9 Diálogos no balcão do bar)

-Alô?

-Alô!

-Paula sou eu, Messias.

-Eu sei.

-Viu? nós ainda estamos tão ligados um no outro que basta tu ouvir minha voz pra saber quem é.

-Na verdade é porque eu tenho seu número gravado e meu celular avisa quem liga. Mas me diz logo o que você quer?

-Tu sabe muito bem o que eu quero.

-Não, eu não sei. Tchau, tenho prova pra elaborar.

-Não desliga, por favor, não desliga. Ouvir sua voz foi uma das poucas felicidades que me restaram.

-Eu não quero saber! Liga pra aquela putinha que você gastou todo o dinheiro do teu FGTS com ela.

-Você vai me condenar pelo resto da vida por causa disso?

-Espera aí, você tá falando comigo com o viva voz ligado?!

-Sim, porque quero que todos do bar saibam que eu te amo, meu amor.

-Eu te amo, meu amor é pleonasmo!

(TUM… TUM… TUM…)​

#40 Somos toscos iguais

bar2_30x30

Imagem tirada do blog LIQUIDIFICORDEL#4

Filósofo de bar geralmente é aquela pessoa que quando tá muito bêbada acaba achando que o seu pensamento toscos é genial o bastante a ponto de ser inaceitável não compartilhar com a humanidade, as redes sociais estão cheias de filósofos de bar.

Ele sempre chegava no bar calado, sentava numa mesa sozinho e começa a beber e depois que já tinha bêbado bastante começa a filosofar. Nunca incomodou nem um cliente, na maioria das vezes ele os entretinham. Um dia um dos clientes empolgado com a bebida e com o que ele tinha dito, falou: — todo bar que preste tem um filósofo e nesse bar não é diferente, pois temos você, e aportou pra ele, um homem da pela escura, cabelo crespo e com uma barriga de chopp, um sujeito que pra descobrir o nome dele só depois que ele ficou bastante bêbado e conversador, agora todos já sabem que ele se chama Ricardo e que trabalha de mecânico perto lá do bar, que ele trabalha de mecânica muitos já sabiam, a unanimidade era o desconhecimento em relação ao seu nome. Que não fez muito diferente as pessoas saberem, pois todos continuavam a chama-lo de filósofo.

Um certo dia, ele estava sentado sozinho bebendo numa mesa e na mesa ao lado também tinha um cliente que a única companhia era um copo cheio de cerveja e uma garrafa pela metade, esse sujeito estava falando ao celular, e antes de desligar a ligação falou bem alto: — Você tá certa, agora que fui demitido eu não sou mais porra nem uma! E desligou o telefone. O filósofo ouviu isso é foi até a sua mesa e disse: — Nunca aceite alguém dizer que você não é porra nem uma, pois não passamos de porras evoluídas, logo alguma porra você é. E o sujeito a única coisa que fez foi rir e agradecer pela frase motivacional.

Se passou algumas semanas e o filósofo voltou ao bar, o bar estava cheio, era um domingo à tarde, e como sua fama no bar já estava grande, ele ouvir de alguns clientes se eles teriam a honra de ouvir-lo filosofar. Ele passou sem entender nada e sem responder, foi direto pro banco que fica em frente ao balcão, pois era um dos poucos lugares vazios, começou a beber, depois da quarta garrafa ele se levantou e começou a filosofar. Um estudante de filosofia, que estava usando uma camisa que tinha estampado bem na frente a frase “somos todos iguais”, empolgado, empolgado é um belo eufemismo pra bêbado, declarou: — Esse é o nosso choppenhauer, uma alusão ao filósofo alemão Schopenhauer, logo após ouvir as palavras do Ricardo, que foram essas: — Somos todos iguais, achamos que o Deus que acreditamos é o único Deus que existe, enquanto o dos outros é apenas invenção, mas para os outros, nós somos os outros. Somos todos iguais. Enquanto achamos que o outro tem uma opinião diferente porque são mal informados, o outro acha que pensamos diferente porque não nos informados direito. Somos todos iguais. Nós odiamos quem acha que tá sempre certo, nós achamos que estamos sempre com a razão. Nós somos todos iguais! Somos todos iguais! O inferno são os outros e você sempre será os outros de alguém…Somos toscos iguais.

#39  Ganhando um presente divino através do pecado


Hoje em dia a gestante tem tantas opções que é possível que antes do parto venha a dúvida: Fazer o normal, cesariano, na água, de cócoras, parto de Leboyer, induzido, pélvico, domiciliar, ou partir pro aborto?
Estavam sentadas na parte da frente do bar, onde é mais ventilado, pois era uma quinta-feira quente, que em São Luís significa uma noite como outro qualquer.
— E agora? como você vai explicar pro seu pai? —  perguntou com um sussurro que não escondia sua preocupação, a sua melhor amiga, a Fabiana, uma negra como a noite e redonda como a lua cheia.
A Barbara pegou um guardanapo e com ele limpou o suor do seu rosto branco e fino, deu algumas mordidas no hambúrguer que estava comendo, enquanto pensava em alguma resposta, porém não conseguiu formular nada, pois já estava com bastante coisas para pensar. Em vez de falar algo, apenas continuou comendo. Seu apetite nunca foi tão grande, por isso sempre foi magra mesmo sem fazer dieta e frequentar academia.
Ficaram em silêncio por um bom tempo pensando no problema, que não é nem tanto a gravidez e sim que ela tá gravida antes de tá casada; tá gestante antes do matrimônio significa que ela transou antes do casamente e isso quer dizer que a Barbara não seguiu as regras do livro sagrado. Seu pai é pastor e sua mãe é bastante religiosa. Por isso o temor em revelar que ganhou um presente divino. Será como fica a cabeça de um casal religioso ao saber que a própria filha ganhou um presente divino através de um pecado?
Começou a pensar em dizer que continua virgem e que foi o espirito santo que colocou a criança em seu ventre e, possivelmente, essa criança pode ser o novo messias. Pode até ser uma alternativa, mas incrível que pareça eles não vão acreditar nessa historia, e assim completou seu raciocínio.
É 8 ou 80, nunca é algo do tipo: 8 coisas boas, ou 80 coisas super boas é sempre algo tipo: 8 coisas ruins, ou 80 coisas super ruins. A futura mãe teve mais esse pensamento tosco enquanto pensava em sua gravidez.
Antes de contar para os seus pais, ela ainda teria que revelar pra o seu namorado. Ficou se perguntando como seria a reação dele quando soubesse. Ela é carioca, o namorado dela é paulista e o pai do filho que ela tá esperando é maranhense.