Mês: novembro 2018

#51 ISSO É MUITO BLACK MIRROR

bardogomes_50x31-1

Ele estava se sentindo ótimo, se sentindo homem, sentindo que tinha dado o melhor de si, a mulher ao seu lado satisfeita era a prova disso.
Não era a primeira vez que eles estavam juntos e nem a primeira vez deles naquela motel, porém foi a primeira vez que ele conseguiu dá um perdido pra se encontrar com ela naquele mês. Por isso a vontade era grande, por isso ele não se apresentou, deu um show, um show tão bom que ela estava esperando ele se recuperar pra poder ter bis.

Enquanto ele estava se recuperando o seu celular vibrou, desbloqueou o celular e viu que a mensagem era de um número que ele não conhecia e muito menos estava gravado em sua agenda de contatos. Abriu a mensagem e tomou um susto com o que leu. Na mensagem, alguém estava dizendo que tinha fotos íntimas que interessava a ele, estava cobrando um valor alto se não jogaria tudo na internet.

No fim do intervalo, o tesão foi substituído pela preocupação. O Flávio, não conseguindo esconder o nervosismo, mostrou a mensagem para a Mikaelly, vendo que ela ficou pálida, acalmou-a quando disse que iria pagar pelo cartão de memória que estava salvo as fotos. Mas não foi pensando nela que ia desembolsar aquele dinheiro.

Estava pensando na sua namorada, lembrando o quanto gosta dela, estava se sentindo tolo por ter feito aqui com sua amada, mas o desejo da carne foi mais forte. O Flávio respeitava o fato dela ser muito religiosa e te escolhido esperar, porém ele não fez essa escolha, e a variação de pornografia na internet com um tempo perde a graça, por um tempo até se masturbar com a mão esquerda deixou de ser novidade e algo prazeroso.

Marcou o encontro com o “grande filho da puta” aqui no bar, como o Flávio não sábia o nome do cara, ele resolveu nomeá-lo assim. Ele nem sabia se era um cara, só imaginou. Marcou aqui no bar, pois depois de pegar o cartão de memória com as fotos ele ficaria logo aqui pra comemorar o não fim do seu namorado.

Junto com a chuva chegou um cara magrelo que não escondia que estava procurando alguém, até que viu o Flavio, olhou pro celular onde tinha uma foto com o rosto de quem ele tinha que encontrar, o reconheceu e foi na direção dele. Se sentou na mesa e foi logo dizendo: — Eles querem que você deposite o dinheiro nessa conta, mostrou uma mensagem que tinha recebido no seu smartphone, e o Flavio logo perguntou: — Eles quem? E a resposta o assustou: os hackers. — Que porra de hackers, filho da puta?

O recém chegado, falando rápido e gaguejando, explicou que há um grupo de hackers que estão invadindo os arquivos de celulares ou computadores e pegando algo constrangedor que possa usar isso como chantagem para que as pessoas façam tudo que eles querem, ou paguem algum valor pelo arquivo, como estava desempregado só restou a ele a primeira opção e devido a isso ele esta aqui. O Flavio perguntou varias vezes como eles conseguem fazer aquilo e o “grande filho da puta” não soube explicar. Assim que o Flavio fez a transferência do dinheiro chegou em seu celular uma mensagem com o código para abrir os arquivos, a senha era “1adultério1”. O seu primeiro impulso foi começar a abrir o celular para colocar o cartão de memoria, o fez e logo apos religar o celular abriu a galeria e foi direto para as fotos, primeira foto um casal nu, porém tava tão embasada que não dava pra ver quem era, segunda foto mesmo jeito, lá pra quinta foto, das 20 que tinha no cartão de memória, que ele viu sua namorada se beijado com um cara negro, o Flávio é branco.

Anúncios

#50 O constrangimento sexual chamado Jesus

bardogomes_50x31-1

 

Tem aquele lugar onde as pessoas começam a frequentar quando estão angustiadas com os seus trabalhos, com suas vidas amorosas, com os rumos que as suas vidas estão levando e lá elas se sentem melhores. Esse lugar na maioria das vezes é o bar, mas também tem gente que nesses momentos vão em templos religiosos.

 Fui à igreja com o guilherme, ele estava saindo com uma morena, que adora que ele chame o nome dela enquanto elogia o seu boquete, quanto mais ele elogia, melhor ficava o bolagato, você pode está se perguntando, então vocês foram lá por que ele queria agradecer a Deus por ele ter colocado essa mulher na vida dele? Mas o motivo de nós estávamos na casa do senhor era o contrario disso, estávamos lá apenas para pedir perdão porque o nome da mulher era Jesus.

 Antes de registar a criança com o nome de jesus, os pais tem que pensar, essa criança vai crescer, vai transar e se ela, na hora do sexo, gostar que chame o nome dela, vai ficar desconfortável para o parceiro.

Levando em consideração que Jesus é um nome unissex, provavelmente deve ter alguma mulher que transou no dia anterior com um Jesus e por ter falando na hora do sexo coisas do tipo: vai, jesus! Me come com vontade! Isso jesus! Isso jesus! Assim! Não para! Como eu amo sentir o seu todo poderoso! E agora tá aqui na igreja pedindo perdão também. Foi essa tática que usei para descontrair o Guilherme que estava claramente constrangido pelo ocorrido e assim nós começamos a rir juntos, meio na hora errado, pois começamos a sorrir justo na hora que o padre estava falando sobre os sacrifícios que jesus fez por nós.