#23 Opiniões lixo 

bar3_30x30

Cinco horas da tarde de um sábado quente, que em São Luis significa um dia como outro qualquer. O Vilson estava bebendo na parte da frente do bar sozinho até que chegou o Wesley, seu convidado e irmão mais velho da sua nova namorada, que ele convidou para tentar impressioná-lo, pois sua amada disse que pra ela seria muito importante a aprovação dele.

 O Vilson tirou sua bolsa de costa que estava na cadeira que ficava a sua frente e colocou na que estava ao seu lado, pra que assim o irmão da sua namorada sentasse de frente pra ele. Ele estava preparado para falar sobre vários assuntos sérios, tipo, legalização do aborto, das drogas, casamento gay, política, corrupção, modernidade líquida, a playboy sem foto de mulher pelada…

Só não estava pronto pra aturar alguém sem conhecimento algum e que todos os argumentos são baseados em achismos e pouca informação que obteve através das redes sociais. Depois de ouvir com muita atenção o ponto de vista pífio sobre a legalização das drogas. O Vilson tentou mostrar o que acha sobre o assunto, mas foi interrompido pelo ignorante que achava que falar mais alto é uma forma de mostrar o quanto esta certo o seu ponto de vista.

A interrupção se repetiu varias vezes enquanto ele tentava refuta os argumentos do cunhado em relação aos assuntos que ele colocava na roda, até que ele desistiu e a única coisa que fazia a cada nova opinião dada era toma um copo cheio de cerveja pra empurrar garganta a baixo todas as palavras que queriam sair da sua boca — fez isso pensando na namorada.

O namorado da irmã ficar calado ouvindo ele falar, o fez imaginar que o seu cunhado estava interessado em ouvir-lo dizer o que pensava sobre várias coisas e com isso ele fez questão de mostrar que tinha uma opinião desenformada sobre vários assuntos.

 De acordo com a universidade federal de SP, cada brasileiro produz em média 1 quilo de lixo por dia. Se for fazer a pesquisa incluindo as opiniões dele, o Wesley ficaria bem a cima dessa média. Ainda mais porque a cada vez que ele abria a boca pra falar sobre um assunto novo, mais lixo saia.

E o Vilson deixou a cerveja de lado e pediu um copo cheio de vodca, depois pediu um de tequila, logo em seguida cachaça, não uma dose, um copo cheio e por fim whisky. Por incrível que pareça estava dando certo, o irmão da sua namorada estava gostando muito dele, porque ele o ouvia com muita atenção.

Até que o Vilson, já embriagado e com o foda-se ligado, tirou da sua bolsa um caderno e uma caneta e pediu pro cunhado escrever todas as opiniões que ele tinha dado a noite inteira, porque no bar tem o único lugar possível onde aquelas opiniões devem ficar —  Ele usou exatamente essa frase.

Foi ao banheiro, enquanto mijava, tentou escrever uma mensagem pra sua namorada, mas como estava com a visão turva, só conseguiu mandar um áudio dizendo “espero que lembre que te amo.”

Saiu do banheiro e foi direto a mesa e viu o seu convidado empolgado e já acabando de escrever a segunda pagina. Se sentou no mesmo lugar de antes e com muita satisfação e paciência esperou o homem que tem a solução pra todos os problemas do mundo acabar de escrever. O Wesley escreveu seis paginas e entregou pro Vilson, que pegou as folhas, veio em minha direção, pagou a conta e ainda deu dez reais a mais, falou baixinho com a intenção de apenas eu ouvir:  — Assim que nós dois sairmos, jogue essas folhas no lixo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s