#18 Traição (4 diálogos no balcão do bar)

cropped-bardogomes_50x31-1.jpg

-E ai Marcelo, senta ai. Caçapa, traz um copo pra ele.

-Não quero beber não, ainda mais contigo.

-O que eu fiz, cara?

-Como assim o que tu fez, Roberto? Tu sabe muito bem das suas atitudes, traíra.

.
-Eu tô falando sério, não faço a mínima ideia do que você ta falando.

-O que foi? A sua traição vergonhosa fez você esquecer das coisas?

-Como você descobriu isso?

-Você tá preocupado com a coisa errada, se preocupe em como tá queimado seu filme. O que tu fez é até pecado.

-Porra, Marcelo, tu tem que entender meu lado. A gente sempre foi parceiro. A Bruna, cara, aparentemente, perdeu o tesão por mim. Ai apareceu essa estagiária lá no trabalho, 19 aninhos, passou dos 15 até os 17 apenas fazendo sexo oral e anal, pois queria casar virgem. Aos 18 anos teve uma desilusão amorosa e por isso quis descobrir todos os prazeres do sexo. Eu sei que traição é pecado e que Deus diz pra não se deixar cair em tentação, mas, porra, uma tentação dessa era impossível resistir. Entende o meu lado, cara.

-Não vem com esse papo pro meu lado, Roberto. Aqui no Brasil ninguém liga se você trai sua mulher, até eu traio a minha, mas uma coisa que não se perdoa aqui é gente que troca de time de futebol, seu merda. Relacionamento com time de futebol é coisa séria, tem que ter fidelidade e durar do dia que você escolheu seu time até a sua morte.

Anúncios

9 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s