#14 Assaltos

cropped-bardogomes_50x31.jpg

Imagem retirada do blog LIQUIDIFICORDEL

O assaltante rouba  o celular e vende pra outra pessoa, essa pessoa que comprou é assaltada. Esse assaltante vende pra outra pessoa… É um circulo e os únicos que lucram com isso são os assaltantes.

O ser humano é cômico, pois na maioria das vezes, os mesmos que reclamam do aumento constante do número de assaltos são os mesmos que compram coisas roubas na mão de gatunos. As pessoas tem que entender que só há oferta se tiver demanda.

Levando em consideração o número de assaltos, andar com celular na rua já poderia ser considerado um esporte radical. Descendo a rua, onde fica o bar, o Léo, que em vez em quando vem ao bar, foi assaltado, levaram o seu celular.

-Andar na rua com o celular é assim: você sabe que vai ser assaltado, só não sabe em qual esquina. — eu comentei

O Carlos estava aqui como de costume, pois era sábado e disse: —  realmente, ultimamente tá muito perigoso.

— Por isso que quando vou sair pra qualquer lugar, quando possível, não ando com nada.

— Mas andar com nada é pior, não acha? – Replicou o Carlos.

— É… realmente, tem o risco de ser assassinado por não ter nada pra passar por meliante.

-Ou acontecer algo pior!

-Como assim algo pior do que perder a vida?! – perguntei

-O marginal já sai de casa disposto a tirar algo valioso da vítima que aparecer dando bobeira por uma rua deserta. Aí você não tem nada pra dar; nem celular, dinheiro, nada de valor pra oferecer, porém ele não vai aceitar não roubar nada de você, ele não vai conseguir dormir à noite sabendo que não teve um dia produtivo no seu ramo de tomar coisas valiosas das pessoas. Por isso, acaba tirando a sua virgindade anal só pra conseguir dormir tranquilo à noite. Por causa disso que sempre ando com algo valioso pra caso alguém tentar me assaltar, pois é possível comprar um celular novo, relógio; trabalhando é possível recuperar o dinheiro, agora a sua honra e a sua virgindade anal… – disse o Carlos, bebendo o resto da sua cerveja e se despendido, pois tinha com ele apenas o dinheiro da cerveja.

Anúncios

6 comentários

    1. É a segunda vez que você faz um comentário que me deixa emocionado e que me incentiva a continuar escrevendo. Tô começando a achar que minha mãe tá te pagando pra me deixar com a autoestima elevada. Muito obrigado, cara! Não sei se você tem noção, mas esse seu comentário foi muito importante pra mim. Talvez eu imprima ele e coloque em uma moldura.

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s