#1 Bar do Caçapa

BARDOGOMES_50X31.jpg

Deis de quando li sobre a teoria do coas, a teoria que diz que um pequeno acontecimento no seu passado pode mudar todo o seu futuro, comecei a imaginar como estaria minha vida se meu pai não tivesse perdido a luta contra o câncer. Talvez eu poderia ter me tornado um grande jornalista, ou levando em consideração como está o mercado de trabalho para quem escolheu trabalhar nessa área, acho que no máximo estaria trabalhando vendendo jornal na feira da Liberdade. Mas tive que deixar a faculdade para me dedicar ao bar que ficou de herança e única fonte de renda da minha família.

Aqui em São Luis do Maranhão, como em todo o estado, quando um reggae é bom chamam a música de pedra, por isso o meu pai, um regueiro de primeira linha, colocou o nome do bar de bar da pedra. Você que mora fora do Maranhão deve tá se perguntando:”então, aí no Maranhão quando um usuário de crack usa uma pedra boa ele chama ela de reggae?” Só posso dizer que há chances.


Muitos ignoravam o nome do bar, principalmente os amigos do meu pai, que preferiam chamar-lo pelo nome do dono, por isso ele ficou popularmente conhecido como bar do Souza. Esse costume foi mantido pelos meus amigos, quando começaram a frequentar o bar, ele logo foi chamado de bar do Caçapa, meu apelido, que ganhei devido a ser muito bom em acertar a caçapa, não só na sinuca. A única pessoa no meu ciclo social que ainda me chama de Sérgio é minha mãe, dona Mercedes. Tão valiosa quanto o carro — frase do meu pai.


Eu sempre ajudei meu pai no bar, deis do ensino fundamental, quando já estava na faculdade, comecei a ajuda-lo com mais frequência, por causa do evento anual que acontece nas universidade federais, as greves dos professores. Para conseguir administrar o negocio da família tão bem quanto o meu procriador, comecei a fazer alguns cursos pela internet e ainda fiz ele dar um pouco mais de lucro.


Para chamar mais público comecei a contratar músicos para tocar ao vivo em dia de sexta-feira. Já prestou atenção que cantor de barzinho espera todo mundo ficar bêbado pra divulgar que tem um CD gravado e que na mão dele tá numa promoção de apenas 5 reais? Uma coisa é certo na vida: sempre vai ter alguém esperando você ficar bêbado para te oferecer algo que você não aceitaria se estivesse sóbrio. Não julgo eles, uma coisa que aprendi com os cursos que fiz é que é sempre bom ter uma estratégia de negócio.


Em uma dessas sexta-feira, enquanto estava todo mundo se divertindo, eu comecei a pensar sobre a ideia que um amigo tinha me dado sobre escrever as historias que eu fico sabendo e as que acontecem no bar, achei que seria uma ótima ideia, pois o que todo bar bom tem é cerveja gelada e ótimas historias. Por isso comecei a escrever.

Anúncios

7 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s